Olá! Meu nome é Rogério Bettoni, sou tradutor e editor, e trabalho no mercado editorial e audiovisual brasileiro há quinze anos. Me formei em filosofia pela UFSJ e me pós-graduei em tradução pela UFMG. Atualmente, pesquiso as interseções entre hermenêutica e estudos da tradução.

 

Como tradutor editorial, trabalho basicamente com filosofia, humanidades e literatura. Já traduzi oito livros do filósofo esloveno Slavoj Žižek, quatro de Judith Butler, além de David Harvey, David Graeber, István Mészáros, Raymond Williams, Susan Sontag, Nigel Warburton, entre outros nomes. Em literatura, já traduzi Herman Melville, Maggie Nelson, Charlotte Brontë, Agatha Christie, Ernest Hemingway, Lars Husum, Ethel Lina White, entre outros nomes.

 

Na área audiovisual, tenho trabalhado com tradução, revisão e leitura de legendas para diversos canais de TV e plataformas digitais de streaming.

Hoje sou editor-geral da Oficina Palimpsestus, editora independente cujo principal objetivo é promover o diálogo entre filosofia, literatura, tradução, poesia e hermetismo. Também dou cursos e oficinas de tradução e escrita.

 

Obrigado pela visita! Se quiser entrar em contato comigo, envie um e-mail para rogeriobettoni at gmail.com.

 
Prêmios e Bolsas

2017

Prêmio Literário Biblioteca Nacional
Categoria Tradução (Prêmio Paulo Rónai)

Prêmio de Melhor Tradução com o livro Jaqueta Branca, ou O mundo em um navio de guerra, de Herman Melville, publicado pela Editora Carambaia.

2016

Banff International Literary Translation Centre

Bolsista selecionado no programa de residência de tradutores do BILTC – Banff International Literary Translation Centre, no The Banff Centre, em Banff, Canadá, com a tradução de contos de Katherine Mansfield.

2007

Prêmio Victor Civita, Educador Nota 10

Prêmio Professor Nota 10, promovido pela Revista Nova Escola e pela Fundação Victor Civita, com o projeto "Imagens em movimento", sobre fotografia, cinema e videoclipe.

 
Traduções
LITERATURA | MEMOIR:

Maggie Nelson. Argonautas. Autêntica, 2017.


Deborah Levy. Coisas que não quero saber. Autêntica, 2017.


Herman Melville. Jaqueta Branca. Carambaia, 2017.


Charlotte Brontë. Jane Eyre. L&PM, 2017.


Ingrid von Oelhafen, Tim Tate. As crianças esquecidas de Hitler. Contexto, 2017.


Kanae Minato. Confissões. Vestígio, 2017.


Kristina Ohlsson. Desaparecidas. Vestígio, 2017.


Ted Sanders. Os guardiões: a caixa mágica e a libélula.  Gutenberg, 2017.

 

Kristina Ohlsson. Silenciadas. Vestígio, 2016.


Ethel Lina White. A dama oculta. Vestígio, 2016.


Jhumpa Lahiri. "A troca" (Conto). Umbigo das Coisas, 2016.


Ernest Hemingway. As cartas de Ernest Hemingway, vol. 1 1907-1922. Martins Fontes, 2015.


Richard Lloyd Parry. Devoradores de sombras. Três Estrelas, 2015.

David Baldacci. O limiar.  Gutenberg, 2015.

Neil McCormick. Morte a Bono. Martins Editora, 2013.


Lars Husum. Meu amigo Jesus Cristo. Gutenberg, 2013.


Agatha Christie. O cavalo amarelo. L&PM, 2013.


Agatha Christie. Assassinato no beco. L&PM, 2012.


Christina Castilho. To be or not to bizarre. Mondana, 2008.

FILOSOFIA | HUMANIDADES:

Judith Butler. A vida psíquica do poder. Autêntica, 2017.


Judith Butler. Caminhos divergentes. Boitempo, 2016.


Judith Butler. Relatar a si mesmo. Autêntica, 2015.


Slavoj Zizek. Interrogando o real. Autêntica, 2017.


Slavoj Žižek. O sofrimento de Deus. Autêntica, 2015.


Slavoj Žižek. O absoluto frágil. Boitempo, 2015.


Slavoj Žižek. As piadas de Žižek. Três Estrelas, 2015.


Slavoj Žižek. A monstruosidade de Cristo. Três Estrelas, 2014.


Slavoj Žižek. Alguém disse totalitarismo? Boitempo, 2013.


Slavoj Žižek. Menos que nada: Hegel e a sombra do materialismo dialético. Boitempo, 2012.


Slavoj Žižek. O ano em que sonhamos perigosamente. Boitempo, 2012.


Slavoj Žižek. O ano em que sonhámos perigosamente. Lisboa, Portugal: Relógio D'água, 2012.


Paul Feyerabend. Ciência, um Monstro. Autêntica, 2016.


David Graeber. Dívida. Três Estrelas, 2016.


David Harvey. 17 contradições e o fim do capitalismo. Boitempo, 2016.


Susan Sontag. Entrevista completa para a revista Rolling Stone, por Jonathan Cott. Autêntica, 2015.


George Monteiro (org). Conversas com Elizabeth Bishop. Autêntica, 2013.


Carlos Eire. Uma breve história da eternidade. Três Estrelas, 2013.


István Mészáros. O conceito de dialética em Lukács. Boitempo, 2013.


István Mészáros. A obra de Sartre. Boitempo, 2012.


István Mészáros. Estrutura social e formas de consciência II. Boitempo, 2011.


Nigel Warburton. Breve história da filosofia. L&PM, 2012.
Anthony Stevens. Jung. L&PM, 2012.


Henry Pollack. Um mundo sem gelo. Edições Rosari, 2011.


Alex Thomson. Compreender Adorno. Vozes, 2010.


Raymond Williams. Drama em cena. Cosac Naify, 2010.


James Garvey. Mudanças climáticas: considerações éticas. Edições Rosari, 2010.


James Garvey. Os vinte melhores livros de Filosofia. Edições Rosari, 2009.


Rupert Read. Filosofia aplicada. Edições Rosari, 2009.


Alex Rosenberg. Introdução à filosofia da ciência. Edições Loyola, 2009.


Julian Baggini e Jeremy Stangroom. O que pensam os filósofos atuais? Rosari, 2009.


Roger Crowley. 1453. Edições Rosari, 2009.


John Greco e Ernst Sosa. Compêndio de Epistemologia. Edições Loyola, 2008.


Derek Johnston. História Concisa da Filosofia: de Sócrates a Derrida. Rosari, 2008.


John Polkinghorne. Explorando a realidade. Edições Loyola, 2008.


Tim Thornton. Wittgenstein: Sobre Linguagem e Pensamento. Loyola, 2007.

 

(textos):
Mike Davis. "Chega de Chiclete". Em: Occupy. Boitempo, 2012.


David Harvey. "Entrevista - O Capital". Revista Caros Amigos, edição 193, novembro de 2013.


Michael Inwood. Hermenêutica (verbete). Portugal: Revista Crítica na Rede, 2007. (hipertexto)


Slavoj Žižek. Oslo. Blog da Boitempo, 2011. (hipertexto)


Slavoj Žižek. Coriolano, nosso contemporâneo. Blog da Boitempo, 2011. (hipertexto)


Slavoj Žižek. A tinta vermelha. Blog da Boitempo, 2011. (hipertexto)


Slavoj Žižek. Ditadura do proletariado em Gotham City. Blog da Boitempo, 2012. (hipertexto)


Slavoj Žižek. Bem-vindo ao “reino animal espiritual”. Blog da Boitempo, 2012. (hipertexto)


Slavoj Žižek. Quando a heresia pode nos manter vivos. Blog da Boitempo, 2012. (hipertexto)

​​ARTES VISUAIS | CARTOON | HQ:

The Witcher: of Flesh and Flames. Ediouro, 2020.

 

Nick Abadzis. Laika. Boitempo, 2017.


Elles (Centre Pompidou). Catálogo de exposição, CCBB. São Paulo, Editora Bei, 2013.


Naji Al-Ali. Uma criança na Palestina. Martins Fontes, 2010.


VIDEOCRIAÇÃO. Catálogo da mostra de video-arte internacional 2010-2011. (Impresso)


Nicholas Ganz. O mundo do grafite. WMF Martins Fontes, 2008.

COMUNICAÇÃO VISUAL | DESIGN:

John Kane. Manual dos tipos. GG Brasil, 2013.


Debbie Millman. 21 grandes designers e suas mentes criativas. Rosari, 2011.


Brian Dougherty. Design gráfico sustentável. Rosari, 2010.


Jay Hess e Simone Pasztorek. Design gráfico para moda. Rosari, 2010.


Bo Bergström. Fundamentos da comunicação visual. Rosari, 2009.

COMPORTAMENTO | MENTE E CÉREBRO:

Simone Cave e Caroline Fertleman. Bebês inteligentes. Ediouro, 2012.


Mike Goldsmith. Treine seu cérebro e seja um gênio da matemática. Ediouro, 2012.


Trish e Rob MacGregor. Os 7 segredos da sincronicidade. São Paulo: Planeta, 2011.


Revista Conhecer (BBC Knowledge) (Matérias e artigos diversos, da edição 01 à edição 12).


Revista Scientific American Brasil (Matérias e artigos diversos, da edição 76 até a 86, e esp. 32).


Michael Durham et. al. Guia de Viagem: Nova York. NatGeo, Editora Abril, 2010.


National Geographic. Viagens gastronômicas. NatGeo, Editora Abril, 2009.

Pogorzelski; Jarriott; Hardy. Finding Keepers. Monster, 2010.


Elinor Ostrom et al. Trabalho em parceria. Editora Senac, 2010.

YOGA E MEDITAÇÃO:

Yogi Bhajan. O toque do mestre. Abaky, 2015.